Friday, January 18, 2008

La Chascona, La Sebastiana...

Ora vejam só! Lá fui eu em Santiago visitar a casa de Neruda e dei com a cara na puerta! La Chascona tinha ido se pentear (chascona quer dizer descabelada) e estava fechada para balanço. Consolei-me indo visitar La Sebastiana, a casa dele em Valparaíso. Uma gracinha, cheia de mosaicos e de vidros antigos, recantos e escadas e mais escadas. Uma vista deslumbrante, da entrada na baía, e essa contemplação de barcos partindo sempre nos faz sonhar. Pelo menos a mim faz.
Estou sem sorte com as fotografias. Minha máquina não está funcionando, e estou tirando fotos com a máquina de minha amiga, mas não tenho como passá-las para o computador. Depois, se conseguir, publicarei as fotos de La Sebastiana e do vulcão Osorno, lindo de encantar. Santiago é uma graça de cidade, Valparaíso é colorida e montanhosa, Viña del Mar é florida e alegre, Puerto Varas é tão tranquila quanto as águas do lago que reflete o vulcão Osorno. Tentarei colocar uma foto de cada lugar. Mañana parto para Bariloche. Assim que conseguir me conectar de novo, conto o que estiver acontecendo. Obrigada a todos pelas dicas, mas não consegui fazer nada de recomendado. Tentei, mas Isla Negra não estava incluída na excursão, e os restaurantes e vinhos terão que ficar para uma próxima ocasião. Alguém aí tem alguma sugestão para Bariloche e Buenos Aires?

3 comments:

Amauri said...

Lucia,

Que bom que foi a Puerto Varas, lindo lugar. Me apaixonei pela tranquilidde e beleza do lago.
Que pena que não pode fazer a prova gastronomica. Sempre havera oportunidade.
Em Buenso Aires, não deixe de ir a Feira de Santelmo e va de Trem de La Costa ao Delta del Tigre. Vai gostar. O resto é rotina, excluindo o passeio por El Caminito onde voce pode ver o lado frances de Buenos Aires con a originalidade das casas de zinco.
Ah! Puerto Madero é uma rotina agradavel.
Boa Viagem e aproveite.

Guido Cavalcante said...

As sugestões do Amauri são perfeitas. Apesar do verão (acho BAires insuportavel no verão), domingo realmente é dia para a Feria de Antiguidades de San Telmo. Tirando o espaço da feria propriamente dita, as lojas ao redor são fascinantes. Existe de tudo, e eu adorava as de brinquedos antigos. Outra coisa é entrar nos antiquarios que vendem vidros (Naum, Gallet, Tiffany...) e se fazer de colecionador... Eles levam você pros fundos e mostram as peças exclusivas :-)

Fora a arquitetura antigona de BAires, que é deslumbrante, e dos cafés maravilhosos, onde vc pode permanecer o dia todo sem que o garçon venha enxugar a mesa na sua frente, há algo que recomendo - dar um pulo até a sede das Mães da Praça de Maio. Não lembro mais do endereço mas é fácil de achar. Bem, Las Madres são o mais antigo grupo de protesto político em atividade. Elas marcham ostentando os lenços brancos invariavelmente todas as Quintas-Feiras (Jueves), pontualmente às 15:30, no centro de la Plaza de Mayo. Vivi muitos momentos de vitória com elas, e outros terríveis, nos duros dias da ditadura militar.

Outros locais: Cementerio de La Recoleta e o Cementerio General (Gardel, Troillo,...)

E dê uma volta na Plaza San Martin, onde Borges costumava camiñar.

Guido Cavalcante said...

ps. Por Cementerio General, quis dizer o de Chacaritas

e se ainda sobrar tempo, vá conhecer a Calle Guido (eu mesmo), na Recoleta :-)