Tuesday, February 03, 2009

Falha no calendário

Gente, ontem é que foi o dia de Iemanjá! Não sei porque, mas eu estava vivendo um dia atrasada, achando que ainda estava no dia 1 de fevereiro. Fevereiro, mês tão curtinho, e eu ainda roubo mais um dia dele. Tadinho, meu mês não merece isso. Vamos deixar que o sol brilhe em todos os dias deste mês tão verão, tão carnaval, tão humildemente apertado entre os 31 dias do Janeiro de duas caras e os outros 31 do belicoso Março.
Obrigada, Guido, pelas dicas. Acho que minha crise é puramente postural, pois, sentada aqui com o laptop ao invés do computador, forço não só as costas como os olhos. Mas o computador está com um virus renitente; meu filho, que agora tem tido um pouco mais de tempo, continua se esforçando para limpá-lo, mas os virus estão cada vez mais ardilosos e matreiros.
Tenho boas notícias: O blog onde colaboro, Histórias Possíveis, esteve ameaçado de se acabar com a saída do André, meu mano em SESC, amigo ferido pela depressão. Agora, não só André parece um pouco melhor, mas o grupo decidiu não deixar que o trabalho dele se extinguisse. Ele tira umas férias da gente, mas nós guardaremos o lugar dele, e manteremos nossas histórias, com nova cara e com muita saudade.
Estamos convidando amigos para colaborar no site, também. E aí, Chris? E aí Guido? Vocês se animam?E aí, Eugênia sumida? Vera Helena? Vamos fazer um número "temático", Carnaval é o mote. Aceitamos de tudo -- poemas, crônicas e contos, ou ilustrações. Mandem alguma coisa, sim? Todos são benvindos.

5 comments:

Ana Cristina Melo said...

É isso aí, Lucia. Não se pode deixar acabar uma iniciativa assim.
Saiu um conto meu na edição 32. Gostei muito de participar. Vou tentar escrever outro com esse mote.

Guido Cavalcante said...

Carnaval?! Meu deus, me tira dessa terra! Aqueles dias encravados em Fevereiro, onde todos os anos traço um risco forte ao redor pra me mostrar que são só três, os malditos diaszinhos. As mesmas marchinhas, o teu cabelo não nega, as mesmas bandinhas roufenhas, malditos trombones de vara, os filmes religiosos em alguns canais de tv, a paixão de cristo em Fevereiro, as mesmas piranhas ficando mais velhas apesar do silicone, os turistas alucinados achando tudo uma maravilha, que chato, tudo de novo, essa não!

Amauri said...

Lucia, me perdoe, apesar de adorar seu blog, seus textos nem falar, dessa vez tenho que concordar com o Guido.
Cada um gosta do que quer mas nessa ele acertou em cheio.
Guido, estou contigo e não nego.
Já estou programando uma viagem para bem longe...mas onde possa ler o "nadadonada".
Abraços a todos.

Guilherme Ramos said...

Ei! Isso me interessa! Rsss... Posso colaborar também? Acho que tenho uma "prosopoesia" carnavalesca pra enviar. No mais, seu blog continua um arraso! Bjo!

Vera Helena said...

Nossa, Lúcia. Muito obrigada pelo convite. Se ainda der tempo, aceitarei o desafio.

Abraços,

Vera

Como sempre, o blog está demais
Ah, aqui em São Paulo falamos boteco e não botequim